quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

De onde vem a geada?


Início da manhã, o Guilherme Marques disse que tinha visto a relva, os telhados e a parte de cima dos carros com gelo, brancos.
Pois, com geada. Perguntei-lhe porque seria que isso tinha acontecido. Ele respondeu o frio e muitos meninos na roda concordaram.
Voltei a perguntar se o frio seria suficiente. 
Alguém disse que não, era preciso ficar gelo, gelo com água.
Perguntei se tinha caído do céu água, ou esse "gelo". Disseram que não.
Então seria mesmo preciso a água?
Uns que sim, outros que talvez, outros não sabiam.
Fizemos uma experiência. Fomos buscar duas peças de roupa da casinha das bonecas, molhámos uma (a cor de laranja) e colocámos as duas no congelador dentro de sacos plásticos. Registámos, fizemos a previsão do que iria acontecer e à tarde confrontámos com a observação do que aconteceu.

...


Como seria de esperar a questão da geada não ficou encerrada. De onde vem a água se não vem das nuvens? De uns tubos, disse a Leonor. Pensámos um bocadinho. Não, parece não fazer sentido haver tubos em cima das plantas, dos carros...
Então eu expliquei que o ar, que está por todo o lado, tem água... Hum?! Mas não se vê nada! 
Fomos buscar uma garrafa de vidro e experimentámos lançar o ar da nossa respiração para cima dela.



 Olha, fica com água!

Sem comentários:

Enviar um comentário