sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Criatividade

Há muitos anos dediquei-me a estudar a relação entre criatividade e aprendizagem. Queria compreender se havia algum fundamento numa ideia que tinha: o ensino não promove o desenvolvimento do pensamento criativo e nega possibilidades de aprendizagem a pessoas com pensamento divergente. Estudei as diferentes teorias, li estudos feitos e percebi que sim, muita gente já tinha investigado com base naquela ideia. O ensino, na generalidade, estimula o "pensamento convergente". Desse trabalho ficou-me a preocupação com o "alimentar" do "pensamento divergente", sem o qual não haveria inovação, evolução, ciência até...

Entrei com uma caixa de cartão na sala que iria para o lixo e perguntei:
-O que poderá ser esta caixa?
Depois de muita discussão chegou-se a um consenso: uma televisão de faz-de-conta.
-Como fazemos aparecer imagens?
As crianças foram dando ideias e chegou-se a um objeto que tem uma ranhura em cima, onde se colocam desenhos que definem o programa que está a dar, e uma abertura atrás para poder "fazer programas" com fantoches.


Sem comentários:

Enviar um comentário